quinta-feira, 25 de março de 2010

Sou Médium! E agora?


De repente uma tontura, um calafrio e pronto, lá vem o guia espiritual e toma conta do pobre coitado de médium.

A partir daí, só dúvida, medo, preocupação, stress, ansiedade, etc, etc e tal. O que fazer? Procuro um médico, um desobscessor, um padre, um pastor, um pai de santo, um mágico? A quem vou procurar? Será que estou louco? Ando bebendo de mais?

Infelizmente a resposta para estas dúvidas não é a das mais fáceis. Primeiro que o processo do descobrimento mediúnico é demorado. Até a manifestação do guias espiritual, muita coisa é vista e ensinada ao pobre cego do médium reencarnado. Em alguns as lições são mais brandas, mas na sua maioria os ensinamentos são dolorosos e pesados, independentemente da linha ou liturgia abraçada pelo pobre desgraçado do médium.

Nestas horas, afastada a euforia inicial, vem logo a busca pelas explicações plausíveis para um fenomeno que a nosso ver tem muito pouco de sobrenatural e muito do que conhecemos como ciência ou científico. No começo a sensação é de que estamos só no mundo, de que nossa vida não vai mais ser a mesma, que estamos condenados por uma responsabilidade irrefreável. Em que pese um pouco de razão em todos estes prolegómenos, com o tempo a gente vai pegando a essência da coisa – pega-se o jeito.

O interessante é que quanto mais habilidade vamos adquirindo com a mediunidade, mais “professores” vamos nos tornando em relação aos outros e vida alheia dos mesmos. Sempre brinco que o problema da mediunidade não está no fenômeno em si, mas no que ele nos provoca. E provoca muita coisa interessante, dentre elas: a preguiça, a falta de responsabilidade, a mentira, a falta de vergonha na cara, a ânsia pela desgraça alheia, a falsa modéstia, o perjúrio, a maledicência, o mal caráter, a viagem, a loucura, a ira, o ódio, a soberbia, a vaidade, o receio, e ai vai .......

O fenômeno em si é ótimo, voce começa a ver e perceber coisas que a maioria não percebe, sua sensibilidade e estado de espírito ficam alterados, voce começa a racionalizar coisas que a maioria nem pensa em existir. Voce fica realmente mais poderoso. Acontece que, como sempre ouvi e por isso repito, médium geralmente cai vítima de suas invigilâncias. E como cai, cai que nem abacate maduro em dia de ventania, e, quando bate no chão voce já imaginou o esparramo que faz.

Como gosto muito de racionalizar, parei ....., pensei ...... e.........

Resolvi escrever, como dizia Adoniram Barbosa: “- Estas mal traçadas linhas”, para dar alguns conselhos básicos a quem está começando: Então vamos lá:

Primeiro pare de ver em tudo o que acontece ao seu redor, como um fenômeno sobrenatural ou espiritual. Tudo é ciência, mesmo que ela (ciência) ainda não tenha descoberto a imensurável capacidade de Deus. Segundo, aonde passa um boi passa uma boiada, então pare de ficar recebendo voce mesmo e seu guia a torto e a direito, pois com o tempo as pessoas vão ficar cansadas da sua “mediunidade” e vão se afastar de voce. Além é claro de voce ficar fazendo papel de bobo na frente dos outros. Lembre-se o guia que te assiste não é seu empregado ou está a sua disposição 24 horas por dia, ele tem os compromissos dele também. Outra coisa importante, antes de sair procurando um remédio, entenda um pouco da doença. Evite se enfiar no primeiro centro que voce ver na sua frente, procure ler e estudar, pois sem isso voce não conseguirá adquirir grandes coisas e se tornará um fantoche nas mãos de um chefe de terreiro mais arguto. Isso acontece muito, o tal chefe de terreiro percebe que voce é um bom médium, mas é burro e preguiçoso, então ele te vende o que sabe aos poucos, bem pouquinho mesmo, para te escravizar pelo resto da vida. Outra coisa, use a razão, não caia no conto da INICIAÇÃO, ela existe, mas existe de uma forma muito natural e está ligada a sua capacidade de se reformar e refletir esta reforma na sua vida pessoal e coletiva. Este papo de INICIAÇÃO já levou muita gente para o buraco e quem sabe realmente o que ela representa não a vende, apenas transfere sua experiência para aquela que está apto a recebê-la e ela vem lá de cima. Observe, voce vai ouvir um tanto de irmãos bradarem que são iniciados, mas fora o uniforme que usam que é bonito, no interior parece com os túmulos caiados de branco, por fora limpos e belos, por dentro podres e fétidos, como sempre diz meu amigo Mestre “K”. Segundo nunca chegue em um terreiro falando de sua vida pessoal e de sua vida financeira com ninguém, além de voce ser julgado de forma errônea, pode acontecer de o chefe de terreiro querer viver as suas custas. Não fosse isso, após ler exaustivamente tudo o que lhe aparecer e sobre o tipo de religião espiritual que voce escolher (Umbanda, Candomblé, Toré, Xambá, Santo Daime, Quimbanda e etc) e que melhor vai lhe acolher, não se faça de rogado QUESTIONE, mesmo que voce seja colocado para fora do lugar que voce escolheu para caminhar, questione sempre. Isso vai servir de forma prática para que voce se proteja e proteja o grupo (mesmo que eles não queiram) das várias asneiras e bobagens que são praticadas dentro da religião. E para finalizar, observe seu chefe espiritual reencarnado, veja quem ele é, veja a família dele, a forma como ele encara a vida, sua capacidade de sair dos problemas, sua capacidade de mudar o próprio destino, sua postura frente aos mais ricos e cheios de dinheiro, veja se ele trata todos de forma igual, se ele não protege uns em relação aos outros, se ele não fomenta conversas fiadas e discórdias dentro do ambiente espiritual.

Feito isso, fique tranquilo, pois os irmãos espirituais acabam fazendo o resto. E os frutos quem colhe é voce e todos aqueles que não se deixaram iludir, pelos como já foi dito antes -- falsos profetas ........

Caminhe, espiritualidade não é para fracos, e, sim para os mais “insistentes” (risos)!

Aratanan

3 comentários:

Rodrigo Pereira da Silva disse...

Olá,

Fui num terreiro umbanda em SP pela 1ª vez e fiz o meu 1ª passe..

Logo de cara, o guia(acho que posso chamar assim) olhou para mim e disse.. "Você sabe que é um médium de umbanda?"

"você absorve muita energia negativa dos outros, você tá muito pesado, muito carregado, faz assim.. Procure um lugar que lhe faça sentir-se bem e quando você achar, é lá que você deve ficar.."

Depois disso, fiquei ligando os pontos e reparei em coisas que eu "sempre tinha razão" pelo fato de olhar para alguém e dizer "sem saber" que ela é de boa ou má índole..

Enfim.. Como devo proceder???

Rodrigo Pereira da Silva disse...

Olá,

Fui num terreiro umbanda em SP pela 1ª vez e fiz o meu 1ª passe..

Logo de cara, o guia(acho que posso chamar assim) olhou para mim e disse.. "Você sabe que é um médium de umbanda?"

"você absorve muita energia negativa dos outros, você tá muito pesado, muito carregado, faz assim.. Procure um lugar que lhe faça sentir-se bem e quando você achar, é lá que você deve ficar.."

Depois disso, fiquei ligando os pontos e reparei em coisas que eu "sempre tinha razão" pelo fato de olhar para alguém e dizer "sem saber" que ela é de boa ou má índole..

Enfim.. Como devo proceder???

Aratanan de Aracruz disse...

Grande Rodrigo;

Entre em contato pelo meu e-mail, para que eu te indique em São Paulo uma pessoa de minha confiança, ok?

gustavo.kao@hotmail.com